whatsapp[1] WhatsApp: (48)99993-5301 | (51)99904-6810 | Implante Capilar
WhatsApp (48)99964-1112 | Queda de Cabelo/Agendamento de consulta
Central Telefônica: (48)3333-2804 | (48)3333-2129
Terapia Capilar, Laserterapia e Intradermoterapia com Fatores de Crescimento Capilar

Terapia Capilar

Pesquisadores da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, concluíram que os homens calvos tem problemas na ativação de células-tronco do couro cabeludo. O que causa pontos da cabeça sem cabelos ou o recuo da linha dos cabelos. O estudo, publicado no “Journal of Clinical Investigation”, foi divulgado no site da BBC.

Segundo os cientistas, os folículos capilares em áreas de calvície encolhem – mas não desaparecem -, tornando os novos fios de cabelo microscópicos se comparados ao cabelo normal. Assim, os novos fios de cabelo são tão pequenos que parecem invisíveis a olho nu. Agora, a partir da descoberta, a ideia é acabar com a calvície masculina/feminina reestabelecendo as funções normais das células.”

E, após varias pesquisas e comprovações científicas, desenvolveu-se a Terapia Capilar com a utilização de “Células Tronco Vegetais”. Essas células podem fazer cópias idênticas delas próprias, assim como também podem se diferenciar para se tornarem células especializadas, ou seja, células que irão exercer funções específicas de acordo com o tecido que passarão a integrar. As células-tronco adultas são responsáveis por manter a regeneração celular constante, isto é, a capacidade de auto-reparo para tecidos e órgãos, impedindo lesões e mantendo-os em perfeito estado de conservação. Cada célula-tronco adulta é capaz de gerar aproximadamente 100 novas cópias idênticas. Por meio desse processo, promove-se a estimulação e multiplicação dessas células, propiciando a regeneração do tecido lesado e restauração de cabelos de pessoas com problemas de calvície ou queda capilar inicial, moderada e alguns casos nas avançadas

As técnicas estão voltadas ao bem-estar do ‘paciente’ e não são invasivas. Cosméticos, fitoterápicos, laser e aparelhos visam incentivar a estrutura da matriz celular do folículo piloso (papila dérmica). Tais produtos, além de agirem naturalmente para ativação das células produtoras dos fios de cabelo, também absorvem a luz do laser que tem a função de otimizar as reações bioquímicas destes cosméticos, resultando em ganho na produção dos fios. E o próprio laser, além de agir sobre os cosméticos, também tem como alvo as células dos folículos pilo sebáceos, acelerando sua fisiologia.

Avaliação clínica dos casos

Vários aspectos devem ser considerados para a personalização do Programa de Terapia Capilar para cada cliente:

  • Microscopia óptica polarizada   –   fundamental no diagnóstico de problemas, consiste em exame rápido, não invasivo e indolor feito no consultório  com o uso de um videodermatoscópio  que  aumenta  em  até 500  vezes, permitindo  o estudo microscópico das hastes pilosas e do couro cabeludo, com e sem luz polarizada. Com o uso da luz polarizada pode-se avaliar regiões com maior produção de sebo pela glândula sebácea. Possibilita uma análise comparativa das diferentes áreas do couro cabeludo, determinando os locais de comprometimento capilar e sua intensidade, além de avaliar   problemas que atingem a haste (fio) capilar, ou causas que levem à sua quebra, como danos por agentes químicos (colorações, relaxamentos), traumas na escovação, problemas genéticos e infecções.
  • Teste de resistência da haste capilar: importante também nos quadros de quebra ou fragilidade capilar, avaliando o grau de comprometimento da haste. Neste teste aplica-se força ao fio e verifica-se que força foi necessária para romper o fio.
  • Perfil laboratorial: inclui exames para avaliação de diversos aspectos, incluindo o perfil nutricional (com a dosagem de substâncias essenciais ao adequado crescimento capilar), metabólico e de atividade inflamatória de pacientes com queda capilar ativa. Geralmente permitem diagnosticar as causas mais comuns de perda capilar, além de afastar outras possíveis afecções sistêmicas associadas, como doenças auto-imunes ou alterações hormonais.

Após obtenção dos dados obtidos, será escolhido o melhor programa que irá suprir os desvios fisiológicos objetivando o sucesso do tratamento.

Disciplina

O programa de Terapia Capilar requer empenho do cliente na utilização diária dos cosméticos em casa e na realização de duas aplicações semanais na clínica.

O Programa de Terapia Capilar é dividido em 3 fases:

1 – Fase de tratamento intensivo: Com duração de 6 meses em média, são 24 sessões,  semanais, com duração de 50 minutos. Os protocolos são personalizados para cada paciente, mas consistem em técnicas de aplicação de lasers de baixa potência, leds de ultrapotência, fotobiomodulação e eletroterapia, aplicação de cosméticos (células tronco vegetais, fatores de crescimento, fitoterápicos) e ainda outras tecnologias objetivando relaxamento e melhor absorção das substâncias tópicas. Por volta da 9ª sessão, ocorre o surgimento de foliculites (pequenas “acnes”), isto deve-se ao fato dos fios começarem a ser produzidos dentro do folículo que se encontram fechados provocando este processo inflamatório. Na 12ª sessão em  média (3 meses) , observa-se a diminuição da queda capilar.  Na 16 ª sessão é notório o surgimento de novos fios que, na sua maioria, apresentam-se extremamente finos. Após as 24ª sessões, com raras exceções,  o que se torna evidente é o surgimento dos fios delgados, foliculite e a diminuição da queda. Há casos em que os novos fios surgem mais espessos e são mais observados esteticamente. A partir de 6 meses faz-se notar fios calibrosos na base pelo videodermatoscópio, resultado de um trabalho de um semestre, onde deverá ser avaliado pelo médico se necessita um seguimento para o aparecimento dos fios densos a olho nú ou se já poderão ter alta e realizar um tratamento de manutenção em casa. Normalmente um tratamento capilar completo tem duração de 1 a 2 anos.

2 – Fase de manutenção imediata (6-9 meses): Após a 1ª fase (24 sessões), os novos fios vão crescendo e engrossando. O objetivo dessa fase é fortalecer os novos fios, estimular o engrossamento de outros e manter a queda dentro de padrões normais.

3 – Fase de manutenção tardia (9-12 meses): Após o retorno da avaliação ,  é estabelecido o processo de recuperação capilar. Pessos com Alopecia Androgenética deverão utilizar os produtos em casa como parte do seu cotidiano, repetir exames laboratoriais específicos para cabelos e o médico tricologista avaliará a necessidade de tratamento homecare ou prosseguir com a terapia capilar.

Quando receberei alta?

Existirão casos em que o paciente receberá alta com tratamentos homecare via oral e tópicos e outros que ainda permanecerão por mais tempo em terapia capilar, porém todos com previsão de alta sem necessidade de realizarem terapia capilar pelo resto da vida. A terapia capilar é o termo genérico utilizado para restauração capilar. A manutenção é realizada em casa e  faz-se mister avaliação médica semestral, com dosagens de vitaminas, hormônios, minerais e oligoelementos, pois tanto em carência quanto em excesso podem resultar em queda e afinamento capilar.

 

A Intradermoterapia Capilar tem sido considerada, por muitos autores, como opção única de tratamento associando o uso de antiandrogênicos tópicos e minoxidil, com excelentes resultados.

Existem situações mais graves que podem exigir uma terapia combinada de ativos orais, tópicos e intradérmicos para maximizar seu resultado.

A  vantagem do uso bem indicado da intradermoterapia capilar se deve à ação farmacológica dos medicamentos utilizados, associada ao efeito estimulante das picadas da agulha. A gota injetada exerce ação mecânica que estimula a vasodilatação reflexa. Pela via intradérmica os medicamentos não tem o risco de serem metabolizados antes de chegarem ao local de ação, como pelas vias oral ou parenteral. A distribuição do medicamento é mais efetiva e é local,  desta forma o risco de efeitos colaterais é praticamente nulo.

Associamos o uso de fatores de crescimento a substâncias consagradas como a finasterida, minoxidil, Pantenol, biotina, silício orgânico, N acetil Cisteina, aminoácidos, vitaminas e sais minerais objetivando acelerar a fase anágena ( crescimento dos cabelos) e diminuir a fase telógena ( queda dos cabelos). A duração no tempo da fase anágena determina o comprimento final dos cabelos. A alopecia está associada a um encurtamento do período anágeno do ciclo piloso, com conseqüente aumento do período telógeno. A mistura utilizada varia conforme as necessidades individuais, sexo e problema a ser tratado.

Quanto ao grau de resultados, podemos obter melhora significativa nas alopecias mais recentes e de evolução mais lenta com excelentes resultados principalmente em mulheres.

Injeções com medicamentos no couro cabeludo não impedem o desenvolvimento da calvície, mas colaboram para o fortalecimento e a renovação dos fios.

Nosso protocolo implica em uma aplicação semanal por 30 dias ou a cada 15 dias por 3 meses, totalizando 10 aplicações. Dependendo do grau de agressão da calvície este prazo pode se estender por até 18 meses. Os resultados são notados após a quinta sessão.

O mesmo conceito é utilizado para os pacientes de transplante de cabelos durante o procedimento cirúrgico e após o mesmo.

A terapia capilar é individualizada. Cada caso será discutido entre o médico tricologista e a fisioterapeuta dermato-funcional e a terapeuta capilar,  que planejarão uma sequência de tratamentos personalizadamente, de acordo com o caso em específico, a fim de que se obtenha o resultado almejado. Concedemos ao paciente esse tipo de tratamento que deve ser seguido com comprometimento onde deverá fazer juz a sua designacao de “paciente”, pois devera ter paciencia em troco de um resultado de melhoria a longo prazo. Diversos sao os tratamentos que nao obtem um resultado esperado por abandono ou violacao do pacto de comparecimento semanal para a terapia capilar.