Queda de cabelo surf sol e água salgada :: Entrevista concedida pelo Dr. Gustavo Sartorato ::

 em CMC na midia, Destaques

Matéria da Revista Fluir que alerta sobre queda de cabelo surf sol e água salgada

 


Escute a matéria deste artigo, ao invés de ler.


Entenda como a exposição ao sol e a água salgada pode acelerar a calvicie e o que fazer para tratar e retardar o processo de perda de cabelo.

Queda de cabelo surf sol :  O maior embaixador do surf de todos os tempos, Kelly Slater, é careca (ele pode, né?).  Um dos maiores big riders da atualidade, Shane Dorian, também é. Se você está perdendo os cabelos, mas não tem a mesma habilidade deles em cima da prancha, fique esperto: apesar de irreversível, a calvície pode ser tratada e a queda dos preciosos fios pode ser retardada, de acordo com o doutor Gustavo Sartorato, fundador do CMC – Centro de Medicina Capilar há 12 anos em Florianópolis – SC .

kelly-slater-careca-queda-de-cabelo-surf-sol

Kelly Slater com sua careca teve queda de cabelo, pelo menos surfando e pegando sol

A má notícia, segundo Sartorato é que os surfistas estão mais propensos a perder os cabelos por conta do estilo de vida que levam. A calvície masculina é o tipo mais comum de perda de cabelo.

Incidência da Calvície no sexo masculino:

  • 20% dos homens com cerca de 20 anos de idade;
  • aos 50 anos, esse número sobe para 50%;
  • e aos 80 anos, a taxa é de 80%.

Incidência da Calvície em relação a raça:

Ainda de acordo com Sartorato, os homens da raça branca apresentam uma incidência de calvície quatro vezes maior do que os homens das raças negra e oriental.

Surf x Queda de Cabelo e Calvície:

No WCT, por exemplo, dos 32 atletas, 12 têm mais de 30 anos e, destes, cinco já estão calvos. “Por estar mais propenso à exposição e à radiação solar, o surfista acaba acelerando o processo de calvície. A exposição solar diária recomendada é de 15 minutos sem filtro solar. Após este período, o uso de filtro é indicado. Sair de casa com o filtro já aplicado ou não passar o filtro em nenhum momento pode prejudicar os cabelos dos surfistas. O correto seria, após a exposição de 15 minutos, passar o filtro solar ou utilizar um boné de neoprene”, explica Sartorato, que também pratica o surf. Evita-se assim um precoce implante capilar.

Calvície precoce:

Um dos melhores tube riders do mundo, o carioca Stephan Figueiredo, 34, revela que começou a perceber a calvície aos 20 anos de idade. Mas, ao contrário da maioria, ele não se incomodou com o problema: “O único tratamento que faço é passar a máquina zero. O único problema é que no frio a careca fica gelada. Também tenho que usar bem mais protetor solar e boné. Nunca gostei de arrumar e pentear o cabelo e minha mulher gosta da minha careca, então, com o que vou me preocupar?”, brinca Fun.

Ação hormonal é o fator decisivo para a calvície:

Ao contrário de muitas teorias populares sobre o problema, que variam desde má circulação, higiene precária ou exagerada e uso de chapéus ou bonés, a calvície é uma combinação de hereditariedade, influenciada por múltiplos fatores genéticos, e da ação do hormônio dihidrotestosterona (DHT) sobre as raízes capilares, informa o médico: “Essa substância é formada na corrente sanguínea por meio da testosterona, mediada pela enzima 5-alfa-redutase, desde o início da puberdade. Temos uma progressiva e lenta miniaturização do folículo, que leva a uma diminuição do comprimento e diâmetro do cabelo”.

A perda de cabelos pode ainda ser causada por doenças específicas, como dermatite seborreica, doenças da tireoide, infecções graves, dietas rigorosas, doenças terminais, reações por certas medicações e outros problemas capilares. “A grande maioria tem cura. Porém, a calvície não tem, mas em vários casos conseguimos ‘driblar’ a genética”, revela Sartorato. “Quando a calvície é inicial, tratamentos clínicos têm boas respostas. Quando está avançada (entradas muito grandes ou coroa na parte posterior da cabeça), o tratamento cirúrgico deve ser considerado. Trata-se de retirar cabelos das áreas resistentes da nuca (que não contém o código genético para a calvície) e transplantá-los nas áreas calvas.”

“Quanto mais precoce o diagnóstico e o tratamento, maiores as chances de retardar o processo de calvície”

O sol e a água do mar contribuem para a queda de cabelo:

Existem medidas preventivas em relação à exposição ao sol, ao sal e com a higiene. O sol resseca e desbota a cor dos fios e o sal da água do mar intensifica todos os efeitos destrutivos. “A água doce é responsável pela elasticidade e maleabilidade dos cabelos, levando hidratação da raiz às pontas dos fios. O sal, como substância osmótica que é, ‘suga’ a água dos cabelos e os deixa secos, quebradiços e opacos”, diz o médico.

Após a sessão de surf, o especialista recomenda a lavagem dos cabelos com água doce e shampoo com ativos nutritivos como a arginina (aminoácido essencial que forma uma película protetora ao redor dos fios) e a queratina (espécie de escudo contra as agressões externas).

Fique esperto. Queda de cabelo surf sol :

Os sinais de alerta de que você está perdendo os cabelos são:

  • queda aguda e exagerada em comparação à queda habitual;
  • oleosidade excessiva;
  • coceira;
  • vermelhidão persistente;
  • aumento das entradas;
  • e afinamento do cabelo no topo da cabeça.

Leia a matéria publicada na Revista Fluir – Queda de cabelo surf sol: Tá ficando careca?

Participação: Dr Gustavo Sartorato

 

Postagens Recomendadas
Mostrando 2 comentários
  • Cristiano Silveiro

    Dr Gustavo,
    e como podemos proteger a careca durante o surf? Vale a pena investir em protetores especificos?

    Obrigado!

  • Olá Cristiano, obrigado pelo contato. Pelo seu estilo de calvície seria mais indicado filtros solares a base de gel no couro cabeludo, ou filtros fluídos. Você encontrará em balcões de farmácias de rede. Não tenho nenhum conflito de interesses por laboratórios e a consultora cosmética ou farmacêutico estarão habilitados a lhe fornecer o melhor custo benefício pra que você não perca os seus tubos e aéreos amigo.

Deixe um Comentário

diminuir a testa implante capilar testa grande